terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Uma Boa Notícia que Você Não Gostaria de Ouvir!

Uma Boa Notícia que Você Não Gostaria de Ouvir!
por
Kennede Soares

Jesus disse: “Todo ramo que, estando em mim, não der fruto, ele o corta” (Jo 15:2)
Que pensamento perturbador! Na interpretação de alguns professores da Bíblia, esse versículo quer dizer que, se você não der fruto, não pode ser cristão. Outros dizem que “cortar” significa que, se você persiste numa vida sem provas de salvação, pode perdê-la.
Mas você não acha que a frase “estando em mim” deva ser o ponto principal aqui? O Novo Testamento repetidas vezes descreve o cristão como estando “em Cristo” (por exemplo, 1 Cor 1:20; 2Co 5:17; Ef 2:20; Fil 3:9). Portanto, creio que se pode concluir com segurança que é possível estarmos “em Cristo” e ainda assim sermos como o ramo que não produz nenhum fruto por algum tempo. Se você é como eu, já passou uma semana ou meses vivendo de modo que sabe não estar produzindo fruto. Acredito que é isso que Jesus está dizendo.
Uma tradução mais clara da palavra grega AIRO, que em João 15 é traduzida como “cortar”, seria “tomar” ou “levantar”. Encontramos tradução acertada de AIRO, por exemplo, quando os discípulos “levantaram” doze cestas cheias de comida depois que os cinco mil foram alimentados (Mat. 14:20); quando Simão foi a “carregar” a cruz de Cristo (Mat. 27:32) e quando João Batista chama a Jesus de Cordeiro de Deus que “tira” o pecado do mundo (Jo 1:29).
Na verdade, tanto na Bíblia quanto na Literatura grega, AIRO jamais significa “cortar”. Assim, quando algumas Bíblias traduzem essa palavra como “tirar” ou “cortar” em João 15, é antes uma infeliz interpretação do que clara tradução.
“Levantar” sugere uma imagem de agricultor se abaixando para erguer um galho. Os galhos novos de uma vinha tem a tendência de ir para baixo e crescer perto do chão. Mas não produzem frutos ali. Quando os galhos crescem junto ao chão, as folhas ficam cobertas de poeira. Quando chove, ficam cheias de lama e mofam.
O galho adoece e fica inútil. E o que se pode fazer? Cortar e jogar fora? De jeito nenhum! O ramo é valioso demais para isso. Nós simplesmente passamos pela vinha com um balde de água à procura desses galhos. Nós os levantamos e os lavamos. Em seguida as enrolamos em volta da lata ou amarramos. Dentro de pouco tempo, estão vicejando.
Quando os galhos caem na terra, Deus não os joga fora nem os abandona. Ele levanta os galhos, os limpa e os ajuda a novamente vicejar. Para o cristão, o pecado é como a sujeira que cobre as folhas da parreira. O ar e a luz não conseguem penetrar. O galho fica inerte e o fruto não se desenvolve. Como o nosso Viticultor nos levanta da lama e da tristeza? Como ele retira nosso galho do estéril para o belo, para que possamos começar a encher nossas cestas? A resposta a essa pergunta é que se sua vida não produz frutos de forma constante, Deus intervém para discipliná-la.
Quando necessário, ele emprega medidas dolorosas para conduzí-lo ao arrependimento. Seu propósito é limpá-lo e libertá-lo do pecado para que você possa viver uma vida mais abundante para Sua glória. A Bíblia chama esse processo de disciplina ou correção. Eu o chamo de a melhor boa notícia que você não queria ouvir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário